Meio quilo diário de frutas reduz risco de câncer, diz estudo
  Data: 23/06/2004



O consumo diário de 500 gramas de frutas reduz sensivelmente o risco de desenvolver câncer de pulmão, relevou um estudo do Centro Alemão de Pesquisas sobre o Câncer, divulgado nesta segunda-feira em Heidelberg.
O estudo sobre a relação entre as mudanças de hábitos de vida, alimentação e doenças foi feito desde 1992 com mais de 500 mil pessoas de vários países europeus.
As pessoas estudadas foram divididas em cinco grupos, segundo seus hábitos de consumo de frutas e verduras.
Resultados
As que consumiam diariamente, pelo menos, 500 gramas de frutas apresentaram um risco 40% menor de desenvolver câncer de pulmão em relação àquelas que ingeriam quantidades menores.
Os mais afetados foram os fumantes, mesmo consumindo frutas, e as pessoas que vivem em regiões setentrionais, onde as frutas, por motivos climáticos, são menos consumidas.
A equipe dirigida pelo pesquisador Anthony Miller insistiu em avaliar os hábitos alimentares dos fumantes para evitar distorções no estudo, destacou o Centro Alemão de Pesquisas sobre o Câncer.
De acordo com o estudo, das mais de 500 mil pessoas estudadas, 1.074 desenvolveram câncer de pulmão.
Especulações
Segundo Jakob Linseisen, diretor do centro, até agora não se sabe quais substâncias nutritivas das frutas e verduras têm efeito protetor contra o câncer.
"Mas supomos que têm um papel especial e importante a combinação de diferentes substâncias, como antioxidantes, inclusive as vitaminas C e E, e outras substâncias vegetais secundárias", acrescentou Linseisen.
Os dados não fazem mais que destacar as recomendações dos médicos de consumir mais frutas frescas, mas os fumantes não devem se deixar enganar, advertiram.
"Os efeitos do consumo de frutas são menores em relação aos que se conseguem parando de fumar", disse o diretor deste centro.
Fonte: France Presse (de Heidelberg, Alemanha), 21 de junho de 2004




voltar