Beneficios do consumo diário de suco de laranja
  Data: 03/10/2003







Os resultados de uma tese de doutorado estão dando apoio à regularidade do consumo diário de laranja devido a seus compostos altamente benéficos para a saúde humana. Sob o título "Efeito da conservação e processamento da laranja e seu suco sobre o conteúdo, estabilidade e bio-disponibilidade de seus constituintes bioativos", este trabalho de investigação científica, realizado por Antonio Gil Izquierdo, licenciado em Ciências Químicas e em Tecnologia de Alimentos no Centro de Edafologia e Biologia Aplicada (CEBAS) e dirigido pelos pesquisadores do Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC) Federico Ferreres e María Isabel Gil, aborda novos aspectos acerca do consumo de compostos bioativos presentes na laranja e no suco desta fruta.

Os compostos bioativos abordados nesta tese são os compostos fenólicos, especialmente flavanonas, além da vitamina C. As flavanonas são um grupo de compostos pertencentes à família dos flavanóides e que se encontram em altas concentrações nos cítricos. A bioatividade das flavanonas da laranja se destaca pela sua capacidade promotora da saúde, já que elas possuem propriedades preventivas contra certos tipos de câncer (de cólon e de mama) e melhoram a circulação venosa e arterial graças às suas condições antiagregadoras, vasodilatadoras e antiaderentes a nível plasmático. Além disso, apresentam propriedades analgésicas, antialérgicas e antiinflamatórias.

O conteúdo de compostos fenólicos, vitamina C e capacidades antioxidantes são diferentes dependendo da variedade da laranja. No estudo, a variedade Washington Navel (Bahia) foi a que apresentou a maior quantidade de flavanonas. Seu conteúdo no albedo (mesocarpo ou a parte branca da pele) foi 15 a 20 vezes superior que para cada gomo da laranja. O trabalho também mostrou que as condições de conservação de refrigeração da laranja não afetaram a estabilidade destes compostos fenólicos. Segundo os pesquisadores, o modo de descascar a laranja e a quantidade de albedo aderida aos gomos é fundamental para o total de flavanonas ingeridas, tornando-se recomendável o consumo da laranja com maior quantidade de albedo dos gomos. Quanto ao suco de laranja, o processo de extração industrial deu lugar a sucos de laranja com uma maior concentração destes compostos que os obtidos mediante um expremedor doméstico.

O estudo revelou ainda que a vitamina C é um composto altamente abundante tanto na laranja in natura quanto em seu suco, sendo que o composto não é muito afetado nem pelos tratamentos de conservação nem pelos de processamento. A vitamina C do suco recém-expremido é estável e não sofre perdas durante três dias de conservação em refrigeração, contrariamente à crença popular da perda imediata da mesma, conclui a tese.

Fonte: Laranja Brasil




voltar