Relatório oficial conclui que fome cresce nos EUA
  Data: 17/11/2009



As dificuldades de se obter alimentos afetaram quase 15% ou cerca de 17 milhões de lares americanos em 2008, três milhões a mais que no ano anterior, revela um relatório oficial publicado nesta segunda-feira.

Trata-se de um recorde desde 1995, quando o ministério da Agricultura começou a medir a capacidade das famílias de garantir alimentação suficiente para uma vida saudável durante todo o ano.

O recorde coincide com o início da mais severa recessão enfrentada pelos Estados Unidos desde os anos 30, com a perda de milhares de empregos.

O presidente Barack Obama qualificou o relatório de "preocupante", mas previsível diante do aumento dos pedidos de ajuda alimentar federal.

"O que preocupa particularmente é que em mais de 500 mil famílias uma criança passou fome várias vezes durante o ano. O crescimento de nossas crianças, suas faculdades de aprendizado e o desenvolvimento de todo seu potencial [...] depende de refeições regulares e saudáveis", disse Obama em um comunicado.

Segundo o relatório para 2008 do ministério da Agricultura, 14,6% dos lares americanos tiveram em algum momento dificuldades para alimentar seus membros por falta de recursos.

Em 2007, 11,1% das famílias americanas enfrentaram a mesma situação.

Crédito: France Presse



voltar